Pedro Silva

Carta dedicada a todos os corações vazios

A depressão vem a ser caracterizada como um distúrbio emocional. As estáticas afirmam que de cada cinco pessoas, pelo menos uma apresentará as características que se enquadram perfeitamente à depressão. O que parando pra pensar, é um número muito alto. Mas o que é a sua definição ou as estáticas, quando se trata dessa avalanche de sentimentos mal desejados que sentimentos, não é?

Você pode ter uma vida aparentemente normal, do tipo que você para e pensa “talvez eu esteja sendo um pouco mesquinha, tem gente por aí muito pior”, mas ela chega acompanhada de uma tempestade de mil e uma formas que até passamos a acreditar que a nossa dor pode se sobressair se tratando com as das outras pessoas. É quase que irrelevante que alguém entenda perfeitamente tudo isso que sentimos, digo, às vezes, nem nós mesmos sabemos explicar.

Vontade de ficar deitada o dia inteiro, de preferência com todas as luzes apagadas, ouvindo a junção das músicas mais tristes do mundo. Parece que sorrir é o pior dos desafios, você evita de ver as pessoas que gosta ou de desenvolver qualquer que seja o diálogo, afasta boa parte da galera que te rodeia, não aguenta nem mesmo se encarar no espelho, parece que aquilo nunca vai desaparecer. Ah, não posso esquecer da vontade de dormir e esperar não acordar.

Até porque parece que ninguém vai compreender. Te acham baixo astral, perguntam “como está?”, sem muito interesse… eu mesma já ouvi que eu deveria parar de besteira, mas pera aí, besteira? Pra gente é bem mais do que a bad que dizem que estamos. Aí você olha pro céu e se pergunta por qual motivo ainda está aqui, e caramba, parece que a explicação nunca vai aparecer.

Eu conheci uma pessoa assim, que tinha “saído” de uma fase extremamente depressiva, mas de certa forma ela parecia estar pior do que eu, e dá pra reconhecer de longe aquele olhar perdido e desamparado. Então eu resolvi ajudar, eu não tive muito apoio pra sair daquele buraco, a única coisa que eu tinha mesmo eram aqueles remédios que me deixavam quase um vegetal em cima da cama, mas resolvi levantar e dar um passo de cada vez, acabou dando certo pra mim. Voltando a pessoa, eu então, dei a mão, o colo e o apoio, então pude perceber como um pouco de atenção e amor podem ajudar mais do que imaginamos. E aquele empurrãozinho faz toda a diferença na vida de alguém.

Por isso digo àqueles que não têm noção do que se trata realmente a depressão, ao invés de simplesmente desejar melhoras, sentarem por meia hora com alguém que está assim. De início você vai notar uma aparentemente muda, vai lhe encher de respostas vazias, mas no fundo sempre conseguimos reconhecer quem realmente está ali com o coração aberto, nem que seja só pra nos ouvir falar, sem julgamentos ou aquelas frases prontas de autoajuda. Eu acredito que abraços sempre conseguem aquecer até os corações mais frios e sozinhos que existem, então eles sempre serão bem-vindos.

E para todos que sofrem com essa nossa amiga insistente e cansativa, só tentem não esquecer que nenhuma dor é eterna e que tudo isso que você sente agora, não vai desaparecer da noite para o dia. Você precisa se esforçar, porque nem sempre vamos ter alguém segurando nossa mão e nos encorajando a seguir em frente. Você tem todos os motivos para estar assim, mas eu tenho certeza que tu não mereces nenhum desses motivos. A sua fé às vezes pode estar relacionada ao cara lá de cima, ou se você não acreditar na existência dEle, não esqueça que ela está sempre dentro de você do ladinho de toda a tua força e coragem.

Por mais que você ache que está só, te garanto que não, sempre terá alguém que se preocupará verdadeiramente com você, pode ser até mesmo o dono da padaria. Uma das minhas dicas meio loucas é pôr pra fora tudo que estamos sentido, falar sozinho é sempre meio bom. Você não é menor, nem mais fraco, nem incapaz por estar nesse momento. Procurar ajuda não é vergonha, é sinal de coragem, de mudança. Se você achar que não consegue por você, pense em alguém que ama infinito, e tente por essa pessoa. Não é uma batalha fácil, ela exige muito, mas sempre vamos dar um jeitinho de conseguir, não importa como ele seja bagunçado e tortinho.

Cê tá aqui no mundo porque tem uma missão, não pra deixar o mundo mais preto e branco, mas de fazer a mudança com as cores que traz nesse teu coração que pode até se encontrar vazio agora, porém, daqui um tempinho ele transbordará todas as cores do arco-íris. Você é um raio de Sol, daqueles que ilumina qualquer vida. Não se deixe apagar, porque o teu brilho é só teu, de mais ninguém. Nunca deixe de acreditar nos seus sonhos, e naquela esquina bonita.

Você é incrível, exatamente do jeito que é. E não tem mal que se arrisque a chegar perto de ti! Força, fé, amor e esperança sempre, porque sabe, por mais clichê que seja, tudo sempre acaba ficando bem. Acredito em ti.

Com amor,
Ana.