Pedro Silva

Você me faz ir além (de um modo saudável)

Esta, enfim, é a primeira carta que escrevo em meses. Normalmente escrevo cartas para mim mesmo, rabiscadas em meu diário rasgado e sujo de poeira para falar sobre minhas dores, desesperos, medos, decepções e coisas que eu não sei como explicar ou falar, coisas que só sei sentir. Você é uma dessas coisas, mas não no ponto negativo.

Escrever, para mim, sempre foi um modo de escapar de tudo aquilo que eu sempre tive medo, mas eu nunca tive medo de você. Mesmo que eu tenha medo de algumas pessoas, alguns sentimentos e até algumas esperanças, planos e expectativas.

Não dá pra falar isso sem parecer clichê ou algo que outras mil pessoas já falaram em algum momento de suas vidas, mas é que é realmente diferente, de alguma forma é diferente. É como se todos os caminhos me levassem a você, todas as circunstâncias, momentos, acasos, cosmos, tudo. Você me faz ter vontade de escrever sobre as flores do seu jardim que você cuidadosamente rega, sobre os animais que nós temos e que queremos ter, sobre a vida que parece ser dura demais, às vezes, mas que juntos fazemos ela virar gelatina.

Você me veio como uma realidade boa de viver, experimentar, amar, cuidar, falar sobre tudo e qualquer coisa, mesmo que essa coisa seja a coisa mais boba do mundo, e se isso tudo for um sonho. Mas sei que se for um sonho, com você eu posso acordar, porque você me dá liberdade pra pensar, você me dá segurança pra me soltar e pra ser quem eu sou, pra cuidar de mim e me amar do jeito que eu sou, mesmo que eu suma às vezes e me sinta um tanto quanto idiota por ser quem sou.

Você me mostrou coisas que eu já vi em outras pessoas, mas que vendo em você, parece diferente, um diferente bom, um diferente que vale a pena experimentar todos os dias. Eu te amo desde o dia que você me mandou uma mensagem sobre algo que não lembro, mas que me fez pensar sobre coisas que vão além. Você me faz ir além. Você me dá a possibilidade de ir mais do que além, e mesmo tendo esse “indo” na frase, continuar ficando ao seu lado, e eu espero com todo meu ser que algum dia eu possa te mostrar tudo isso que você me faz sentir.

Pedro Silva