Leonardo Santaroli

Uma hora vou te decepcionar. Isso é normal

Sim, eu vou te decepcionar. Eu não sou romântico sempre. Eu não tenho habilidades manuais. Eu não consigo abrir o pote de azeitona de primeira. Eu não entendo de signos e não faço ideia do que é mapa astral. Eu vou te decepcionar nos detalhes. Eu posso me esquecer de abrir a porta do carro, de falar obrigado e de te mandar boa noite todos os dias.

Eu vou te decepcionar e quero que você se acostume com essa ideia. Eu não vou te falar todos os meus defeitos, mas também não estou dizendo que vou escondê-los. Você irá descobrir no decorrer dos dias. Pode ser que aconteça numa tarde de domingo ou numa segunda-feira chata. Pode ser que aconteça na nossa viagem dos sonhos ou no dia que você estiver de TPM querendo o meu pescoço numa bandeja de prata por eu ter esquecido do nosso aniversário de namoro.

O nosso relacionamento não será incrível por termos um amor genuíno e intenso, mas sim por sabermos lidar com as decepções. Somos diferentes ao começar pelo gosto musical. Não unicamente por isso, mas principalmente por não sermos perfeitos. Sim, eu vou te decepcionar e essas pequenas decepções, aos poucos, vão quebrar essa fina camada de relação superficial tornando o nosso envolvimento mais sólido e verdadeiro.

Eu espero que você não desista da gente ao perceber que o cara que te encantou nos primeiros encontros e te fez ligar para todas as suas amigas avisando que o homem da sua vida existe, também erra. O único erro que me comprometo a não cometer, é o de te fingir amor. Eu posso até fingir que sei cozinhar, mas nunca seria capaz de te levar para minha cama, sem antes te desejar no altar.

Leonardo Santaroli